Como analisar a saúde financeira do seu negócio em momentos de crise

Você sabia que no Brasil, 1 em cada 4 empreendimentos fecha as portas antes mesmo de completar dois anos no mercado?

Há diversas causas para isso. Entretanto, uma das mais comuns, é a falta de um modelo de gestão eficiente feito com o objetivo de analisar a saúde financeira da empresa.

Uma boa gestão financeira empresarial deve estar sempre acompanhada de indicadores. Sem eles, torna-se praticamente impossível avaliar a verdadeiro situação  econômica de um negócio.

Se você quer entender mais sobre o assunto, continue a leitura.

O que é saúde financeira empresarial?

A saúde financeira é um conjunto de fatores que impacta diretamente a lucratividade e viabilidade econômica de uma empresa.

Para entender melhor o significado desse conceito, é preciso pensar em uma organização como uma estrutura completa. Cada parte da sua empresa possui uma determinada importância.

Caso algo não vá bem com a gestão financeira, todo o resto começa a ser impactado. Consequentemente, a organização começa a sofrer prejuízos.

6 indicadores da saúde financeira da sua empresa

Agora que você já sabe o que significa saúde financeira empresarial, está na hora de saber quais são os principais indicadores utilizados para medir a eficiência e lucratividade do seu negócio. Confira:

Faturamento

Você precisa saber exatamente o quanto a sua empresa está faturando (em média) em um determinado período.

Pode parecer algo óbvio, mas muitas organizações acabam deixando a análise de faturamento de lado. Sem esse indicador, você perde o controle da situação e acaba ficando sem saber o quanto a sua empresa está realmente faturando.

Além disso, esse indicador te ajuda a fazer comparações com as metas estabelecidas e a realinhar as estratégias empresariais, caso seja necessário mudar os planos.

Recebimento

Antes de qualquer coisa, é importante lembrar que faturamento e recebimento não são a mesma coisa.

Mesmo que a sua empresa esteja realizando um grande volume de vendas, isso não significa que você esteja realmente recebendo o dinheiro relativo ao número de vendas.

É um problema que acontece com organizações que fazem muitas vendas a prazo ou que sofrem com a inadimplência de clientes.

Para resolver a situação, é necessário criar um programa de cobrança mais eficaz, ter caixa suficiente para cobrir custos e recuperar o capital de giro da organização.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é o indicador que mostra o quanto de dinheiro está realmente saindo ou entrando da sua empresa em um determinado período.

Esse indicador é essencial para que você possa fazer metas e objetivos a curto, médio e longo prazo, já que grande parte dos seus objetivos empresariais envolve planejamento financeiro.

Endividamento

O índice de endividamento verifica o quanto a sua empresa utiliza de recursos próprios para desenvolver atividades e o quanto esse valor é oriundo de empréstimos bancários.

Para calcular o índice, é necessário buscar todos os ativos e passivos do balanço patrimonial. Quando mais alto for o número, mais alto é o valor da dívida empresarial.

Ponto de equilíbrio

A sua empresa atinge o ponto de equilíbrio quando o montante da receita obtida cobre todos os custos fixos e viáveis da organização.

Quando o ponto é atingido, toda a receita gerada é considerada como lucro.

Ticket médio

Você realmente sabe qual o valor médio que a sua empresa consegue obter durante a venda de cada produto ou serviço?

O cálculo deve ser realizado com base no volume de vendas em um determinado período.

É importante conhecer esse indicador para que dessa forma, você possa realmente saber se o número é satisfatório e se realmente a empresa está obtendo lucro nas operações financeiras.

saúde financeira

Os indicadores de saúde financeira são essenciais para você saber qual a verdadeira situação do seu negócio.

Se você quer entender mais sobre esse conceito e fazer com que a sua empresa cresça no ano de 2021 de forma eficiente, clique aqui para conhecer um pouco mais sobre os nossos cursos.

QUER AUMENTAR SUAS CHANCES NO MERCADO DE TRABALHO?

Então se inscreva em um dos nossos cursos nas áreas de gestão, contabilidade, finanças e controladoria e amplie suas oportunidades de contratação ou de escalada profissional.

Carlos Bispo

Carlos Bispo, Administrador, Contador, Pós-Graduado em Controladoria e Finanças, Executive MBA - Universidade de Toronto em Economia Global, Pós-Graduado em Controladoria e Finanças; MBA Controller – FIPECAFI, Mestrando em Ciências Contábeis pela FUCAPE, onde também atua como Professor convidado. Professor e Palestrante Internacional. Atua há mais de 30 anos em gestão administrativa-financeira e como Controller. Atualmente é Presidente da BLCG - Bottom Line Consulting Group. CRC 1SP192988, auditor CNAI 5665.

Últimas do blog

Finanças, controller, gestão estratégica e muito mais em nosso blog

A Importância do Controller

Sem Controller, Sem Futuro: Por que 50% das Empresas Não Passam de 3 Anos

O Controller desempenha um papel crucial na administração empresarial, especialmente durante fases de expansão. Empresas modernas que negligenciam a implementação...
957 - 1

3 sinais evidentes de que você precisa fazer um Curso de Formação de Controller e Gerente Financeiro

O papel do Controller e do Gerente Financeiro é essencial para a organização de uma empresa. Mesmo assim, muitos profissionais...
Stressed male massaging nose bridge suffering from headache

3 consequências dos erros mais estúpidos cometidos por quem trabalha na área financeira

A gestão de uma empresa não é uma tarefa fácil. Entretanto, alguns erros são inadmissíveis, pois eles podem comprometer o...
entrepreneur-1340649_640

Como se tornar um Profissional Estrategista da Contabilidade

A Contabilidade é essencial para o crescimento, organização e planejamento financeiro das empresas. Contudo, os avanços tecnológicos, a realidade das...
×

Olá!

Envie sua mensagem para o nosso atendimento, será um prazer resonder sua mensagem.

×